Legendários viram caso de polícia

A campanha pela convocação de Neymar à seleção brasileira virou caso de polícia na noite de sábado.

O técnico Dunga não conseguiu entrar em casa quando chegou, por volta das 20h30, já que caminhões de uma emissora de TV e humoristas barravam o acesso ao imóvel, localizado no bairro Ipanema, em Porto Alegre.

Um repórter do programa humorístico “Legendários”, da Rede Record, além de outros funcionários, estavam no local para pedir a inclusão do jogador do Santos na lista de 23 nomes que representarão o Brasil no Mundial da África do Sul.

Incomodado com o assédio (havia até mesmo holofotes no local), Dunga foi a uma delegacia de polícia e registrou ocorrência. A confusão terminou cerca de três horas depois e, segundo o delegado Alexandre Vieira, diretor da Divisão Judiciária e de Operações da Polícia Civil, será aberto um inquérito. EFE.

DM! > Eu até achei massa esse novo programa do Mion… mas eles exageram quando dizem que é uma “nova proposta”, já que é basicamente uma ctrl+c ctrl+v do CQC e do Panico na TV. O problema é quando passam dos limites.

Nesse aspecto, o Legendário não deve em nada a outros programas da Record. O sensacionalismo de Paulo Henrique Amorim (de quem até então tinha admiração…) no episódio do desabamento do Morro do Bumba, quando fazia perguntas absolutamente capciosas a um popular visivelmente consternado com o desaparecimento de sua mãe, ou quando reportes queriam a todo custo prejudicar uma entrevista ao vivo da Rede Globo, são outros exemplos do jornalismo cada vez mais irresponsável da Rede Record.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s