Os convocados da seleção brasileira

A Copa do Mundo começou nesta terça-feira para a seleção brasileira. E sem muitas surpresas. Dunga não cedeu à pressão de parte da torcida e deixou os santistas Neymar e Paulo Henrique Ganso fora da lista dos 23 jogadores que irão à África do Sul buscar o hexa. Ronaldinho Gaúcho, presente em 2002 e 2006, também está fora.

Outra novidade foi a ausência de Adriano, que não atravessa boa fase no Flamengo. No seu lugar foi chamado o atacante Grafite, do Wolfsburg, que só atuou duas vezes com a camisa amarelhinha.

CONFIRA A LISTA DOS 23 JOGADORES CONVOCADOS PELO TÉCNICO DUNGA

GOLEIROS: Julio César (Inter de Milão), Gomes (Tottenham), Doni (Roma)
LATERAIS: Maicon (Inter de Milão), Daniel Alves (Barcelona), Michel Bastos (Lyon), Gilberto (Cruzeiro)
ZAGUEIROS: Lúcio (Inter de Milão), Juan (Roma), Luisão (Benfica), Thiago Silva (Milan)
MEIO-CAMPISTAS:
Felipe Melo (Juventus), Gilberto Silva (Panathinaikos), Ramires (Benfica), Elano (Galatasaray), Kaká (Real Madrid), Josué (Wolfsburg), Julio Baptista (Roma), Kleberson (Flamengo)
ATACANTES: Robinho (Santos), Luis Fabiano (Sevilla), Nilmar (Villarreal), Grafite (Wolfsburg)

A misteriosa lista de Dunga

Por Ricardo Freiesleben, da Redação Yahoo! Brasil

Caros apreciadores da nossa seleção brasileira e torcedores do contra. Nesta terça-feira (11), por volta das 13h00, Dunga finalmente vai divulgar a lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo da África, que começa exatamente um mês após o anúncio da convocação. Além destes que terão o passaporte garantido, o técnico deverá revelar até o final do dia mais sete nomes que ficarão em estado de alerta no caso de algum corte até o início do Mundial.

Baseado em números e em tudo o que acompanhei desde o início da trajetória de Dunga no comando da seleção pentacampeã mundial, divulgo aqui a provável lista que será anunciada amanhã. Claro que fiz minhas apostas, mas para não trabalharmos apenas no “chute”, apesar de alguns serem inevitáveis, vamos trabalhar em cima de números. Vejamos abaixo a relação de todos os jogadores que vestiram a amarelinha desde a chegada do treinador, em 24 de julho de 2006, para saber quem tem mais ou menos chances.







Alguns dados interessantes: Robinho e Gilberto Silva, mesmo sem serem assumidades entre os torcedores brasileiros, foram os que mais jogaram entre os 89 convocados na Era Dunga, com 47 partidas cada. Assim como, quando falamos em gols, Luís Fabiano, com 19, o mesmo Robinho, com 16, além de Kaká, com 13, foram os que mais marcaram tentos pela amarelinha neste período.

Existem também aqueles que foram convocados, mas não tiveram sequer uma oportunidade de entrar em campo como Bobô, Wagner, Morais, Jonatas, Denílson, Carlinhos, Breno, Léo, Gladstone, além dos goleiros Fábio, Victor, Diego Alves, Renan e Cássio. Foram 27 as convocações para os 53 jogos em que Dunga dirigiu a seleção desde 2006. Alguns jogadores, apesar de convocados, não chegaram a se apresentar: Fábio Aurélio, por lesão, Amauri, impedido pela Juve, além de Zé Roberto, que pediu dispensa antes da Copa América de 2007.

Vale também uma comparação entre a primeira e a última convocação realizada pelo técnico Dunga para ver quem se manteve e quem deixou de vestir a amarelinha nestes quatro anos:

Primeiro jogo | 16/08/2006 | Brasil 1 x 1 Noruega
Gomes; Cicinho (Maicon), Lúcio, Juan (Alex) e Gilberto; Edmílson (Dudu Cearense), Gilberto Silva, Elano (Júlio Baptista) e Daniel Carvalho (Vagner Love); Robinho e Fred.

Último jogo | 02/03/2010 | Brasil 2 x 0 Irlanda
Júlio César; Maicon (Carlos Eduardo), Lúcio (Luisão), Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Ramires (Daniel Alves) e Kaká; Robinho (Nilmar) e Adriano (Grafite).

Vistas todas as informações e dados acima, vou aqui arriscar os 23 nomes que serão convocados por Dunga para a Copa.

É isso. Apesar de não concordar com algumas das opções feitas pela comissão técnica, acredito que ao menos 80% dessa lista seja confirmada nesta terça-feira. E, concordando ou não, sei que Dunga tem feito um belo trabalho e certamente colocará a nossa seleção como forte candidata ao título. Resta torcer.

Legendários viram caso de polícia

A campanha pela convocação de Neymar à seleção brasileira virou caso de polícia na noite de sábado.

O técnico Dunga não conseguiu entrar em casa quando chegou, por volta das 20h30, já que caminhões de uma emissora de TV e humoristas barravam o acesso ao imóvel, localizado no bairro Ipanema, em Porto Alegre.

Um repórter do programa humorístico “Legendários”, da Rede Record, além de outros funcionários, estavam no local para pedir a inclusão do jogador do Santos na lista de 23 nomes que representarão o Brasil no Mundial da África do Sul.

Incomodado com o assédio (havia até mesmo holofotes no local), Dunga foi a uma delegacia de polícia e registrou ocorrência. A confusão terminou cerca de três horas depois e, segundo o delegado Alexandre Vieira, diretor da Divisão Judiciária e de Operações da Polícia Civil, será aberto um inquérito. EFE.

DM! > Eu até achei massa esse novo programa do Mion… mas eles exageram quando dizem que é uma “nova proposta”, já que é basicamente uma ctrl+c ctrl+v do CQC e do Panico na TV. O problema é quando passam dos limites.

Nesse aspecto, o Legendário não deve em nada a outros programas da Record. O sensacionalismo de Paulo Henrique Amorim (de quem até então tinha admiração…) no episódio do desabamento do Morro do Bumba, quando fazia perguntas absolutamente capciosas a um popular visivelmente consternado com o desaparecimento de sua mãe, ou quando reportes queriam a todo custo prejudicar uma entrevista ao vivo da Rede Globo, são outros exemplos do jornalismo cada vez mais irresponsável da Rede Record.