O resumo do debate na Globo ( ou Anatomia de um Debate – Parte final )

Vivemos na sociedade da informação mas as pessoas simplesmente tem preguiça de usar o Google para buscar a veracidade das coisas que veem na própria internet.

A seguir vejam o resumo do debate de ontem na Globo produzido por Paulo Villaça (https://www.facebook.com/pablovillaca01?fref=nf ) intitulado “Anatomia de um Debate – Parte Final”. Além de tecer comentários sobre o que foi dito na ocasião teve a manha de linkar cada ponto tratado no debate.

Particularmente, tem coisas que eu também não sabia!

Segue …

É preciso aplaudir a consistência de Aécio Neves: se mentiu descaradamente no primeiro debate deste segundo turno, mentiu descaradamente também no último. Aliás, foi além: chegou ao cúmulo de acusar o governo federal pela falta d’água em São Paulo, quando até a ONU fez relatório atribuindo a responsabilidade ao governo tucano do estado.(http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/08/1508504-falta-de-agua-e-culpa-do-governo-de-sp-afirma-relatora-da-onu.shtml )

Aliás, como disse Cynara Menezes: a sorte de Dilma nos debates é que o armário de Aëcio e dos tucanos é repleto de esqueletos; já a sorte de Aécio é que Dilma não tem uma boa oratória: apresenta os dados e os argumentos, sim, mas gagueja e às vezes se perde na construção das frases – uma característica de quem não é político profissional e, portanto, não criou o hábito de participar deste tipo de evento.

Por outro lado, Aécio mais uma vez repetiu inúmeras vezes que Dilma não deveria citar os governos passados de FHC e dele, Aécio, pois é melhor “olhar pra frente”. Aliás, ele chegou a dizer que – pasmem – “quem olha para o passado é porque não quer olhar pro presente e quer fugir do futuro”. A máxima inventada por Aécio vai no oposto do que qualquer historiador diria: que olhar para o passado é FUNDAMENTAL para avaliarmos o presente e evitarmos repetir erros antigos. Além disso, Aécio não quer olhar pra trás porque sabe que, se olharmos, ele se lasca.(http://plantaobrasil.com.br/news.asp?nID=82131) Curioso, também, é que Aécio é o primeiro a olhar pra trás quando acha que isso lhe convém pra atacar a adversária.

Já no início do debate, Aécio citou a “denúncia” de Veja (que não contém uma linha de prova pra justificar as graves acusações da capa) e disse que o PT queria censurar a revista ao dizer que vai processá-la. Em primeiro lugar, “censurar” seria exigir a retirada da revista das bancas e impedi-la de continuar funcionando; o que Dilma afirmou é que vai PROCESSAR a revista (https://www.youtube.com/watch?v=th857UxUe8Y) – como é seu DIREITO fazer por ter sido acusada sem provas.

Para piorar, Aécio falar de censura é como a Magali falar de melancia, já que seu governo em MG é NOTÓRIO por calar jornalistas – e eu mesmo já fui vítima de seu espírito censor. (http://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-funciona-o-trafico-de-noticias-da-imprensa-mineira-censurada/)(https://www.youtube.com/watch?v=3rfPwnJ9iE4 )( https://www.youtube.com/watch?v=BixdPe_Jqxw )

A partir daí, Aécio disparou nas mentiras, oscilando entre a estratégia de reforçar velhos mitos propagados pelo PSDB (como aquele que diz que FHC controlou inflação que era de 900%)(http://www.revistaforum.com.br/blogdaeconomiapolitica/2014/10/12/mentira-psdb-sobre-inflacao-periodo-de-fhc/ ) e divulgar novos, como ao afirmar que os investidores estrangeiros perderam a confiança no Brasil – sendo que justamente o economista Luiz Carlos Mendonça, ex-ministro de FHC, desmentiu esta falácia ao escrever recentemente que “o Brasil teve uma demanda de US$ 4,8 bilhões para a emissão de US$ 500 milhões de títulos de dez anos de prazo anunciada há poucos dias (http://www1.folha.uol.com.br/colunas/luizcarlosmendonca/2014/09/1511233-o-brasil-nao-e-a-venezuela.shtml ).

Aproveitando-se da situação em que as ofertas de compra representaram mais de nove vezes o valor da emissão, o Tesouro vendeu um total de US$ 1 bilhão, pagando juros anuais de 3,88%, ou seja, 1,4 ponto percentual mais do que o título equivalente do Tesouro americano.”

A seguir, Aécio veio com o papo do “aparelhamento” do Estado pelo PT – outro mito que os tucanos gostam de repetir tanto que até mesmo petistas acabaram comprando como sendo verdade. Porém, não é bem assim, já que os dados apontam, inclusive, uma melhor neste sentido em relação aos governos anteriores.( http://brasildebate.com.br/aparelhamento-do-estado-mito-ou-verdade/ )( http://brasildebate.com.br/aparelhamento-do-estado-mito-ou-verdade-parte-2/) Por outro lado, Aécio chegou até mesmo a empregar lei delegada para empregar PARENTES seus no governo de MG.( http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/helena/2014/07/aecio-usa-lei-para-contratar-parentes-no-governo-de-mg-6376.html )

Ao entrarmos no ponto seguinte do debate, Educação, já pude ouvir os gritos indignados dos professores mineiros diante dos absurdos ditos por Aécio. E não é para menos: para começo de conversa, Aécio processou a SINDUTE, que representa os professores estaduais, nada menos do que 23 VEZES para impedi-los de denunciar na TV os abusos aos quais eram submetidos pelo governo.( http://www.redebrasilatual.com.br/eleicoes-2014/professores-mineiros-vao-as-ruas-denunciar-gestao-de-aecio-neves-como-governador-6565.html ) Aliás, até o El País fez uma matéria expondo o caos da Educação em MG.( http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-el-pais-foi-a-minas-investigar-o-legado-de-aecio-na-educacao/ ) Não que os próprios professores mineiros já não tenham alertado o país várias vezes para a destruição causada por Aécio na Educação de MG. Pois o fato é que Aécio não pagou nem o PISO SALARIAL aos professores – como comprova a cópia do contracheque reproduzida na Internet.( http://www.viomundo.com.br/denuncias/professores.html ) Isto, claro, para não esquecermos que até MOTEL está sendo usado como sala de aula pelos alunos.( http://www.viomundo.com.br/denuncias/mehor-educacao-brasil-tem-alunos-ensino-basico-frequentando-escola-que-fica-em-predio-que-foi-de-motel.html )

O tema seguinte foi corrupção – e Aécio tenta posar de honesto. A questão é que – denúncias insanas de Veja à parte (que já foram até desmentidas pelo advogado do tal doleiro)( http://oglobo.globo.com/brasil/veja-doleiro-diz-que-dilma-lula-sabiam-de-tudo-14341970#ixzz3H1iuZFQv ) – não há denúncia envolvendo Dilma PESSOALMENTE, mas há várias envolvendo Aécio, desde o aeroporto construído no terreno de sua família (e, ao contrário do que ele afirma, o PGR só arquivou denúncia sobre ilícito em esfera FEDERAL, mas encaminhou a denúncia para o PGE pra apurar IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA por parte de sua gestão)( http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/10/pgr-arquiva-representacao-contra-aecio-por-construcao-de-aeroporto.html ), até a recém-revelada carteira policial que Aécio usava na juventude mesmo sem jamais ter sido agente.( http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-na-rede/2014/10/aecio-neves-fez-carteira-policial-sem-nunca-ter-sido-agente-1807.html ) E acho fundamental que se apure o que há por trás do boletim de ocorrência que registrou descoberta de OSSADA HUMANA em fazenda de Cláudio/MG.( http://pocos10.com.br/?p=14490 )

Como se não bastasse, é fundamental lembrar que, ao contrário do que ocorreu no governo Dilma, que viu membros de seu partido serem julgados e condenados, o PSDB sempre se esforçou pra livrar os seus de julgamentos – e mesmo considerando todos os escândalos BILIONÁRIOS envolvendo tucanos, TODOS estão soltos.( http://democraciapolitica.blogspot.com.br/2010/03/alguns-dos-escandalos-do-governo.html ) Aliás, aproveito para repetir o link para o post que fiz e no qual listo todas as medidas tomadas pelos governos Lula e Dilma para investigar, denunciar e julgar atos de corrupção.( https://www.facebook.com/pablovillaca01/posts/576172119154685 )

Em seguida, Aécio acusou o governo federal pela falta d’água em SP – algo que a ONU refutou, como já linkei lá em cima. O pior é que diretores da SABESP revelaram que receberam diretrizes do GOVERNO DE SP para – atenção – ESCONDER A SITUAÇÃO da população, o que configura estelionato eleitoral.( http://www.revistaforum.com.br/blogdorovai/2014/10/24/por-ter-que-seguir-orientacao-sabesp-nao-revelou-crise-da-agua-antes-da-eleicao/ ) Agora imaginem se isto tivesse envolvido Dilma?

No bloco seguinte, Aécio fala em reforma política e resume o problema a acabar com a reeleição – reeleição que seu partido aprovou ao COMPRAR VOTOS(http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2014/06/16/conheca-a-historia-da-compra-de-votos-a-favor-da-emenda-da-reeleicao/ ). (E é bom lembrar que ele quer o fim da reeleição só em 2022, quando, se eleito, ele poderia ter concorrido mais uma vez, o que é muito conveniente.)( http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1529056-programa-de-aecio-defende-fim-da-reeleicao-so-em-2022.shtml )

Por outro lado, Dilma defende o fim do financiamento empresarial, o que coibiria a corrupção. (Vale dizer que, durante o debate, Aécio tentou confundir os eleitores ao trocar “financiamento empresarial” por “financiamento privado”, que são coisas completamente diferentes.) Lembrando também que Dilma enviou este projeto para o congresso no ano passado, mas ele foi rejeitado – daí seu esforço para fazer um plebiscito.( http://www.cartacapital.com.br/politica/plebiscito-da-reforma-politica-e-prioridade-de-dilma-no-inicio-de-2015-8088.html ) O mais grave: Aécio tentou culpar DILMA pelo fato de nenhum tucano ter sido condenado, dizendo que ela estava no governo e poderia ter mandado investigar – ou seja: num ato falho, Aécio revelou não ver problema no USO POLÍTICO DA POLÍCIA FEDERAL, algo que Dilma não fez.

A partir daí, o nível de cinismo de Aécio começou a escalar. Primeiro, ao dizer que defendia dignidade aos trabalhadores do campo, sendo que ele foi o único dos principais candidatos a não assinar a carta-compromisso contra o trabalho escravo.( http://www.guiaglobal.com.br/noticia-por_que_aecio_nao_assinou_o_compromisso_contra_o_trabalho_escravo-6657 )

Minutos depois, Aécio posou de bom administrador e falou de seu famoso “choque de gestão”. Esqueceu só de mencionar que este “choque” QUEBROU Minas Gerais, que hoje tem uma das maiores dívidas públicas do país, tendo sido até alvo de matérias no exterior sobre o caos provocado no estado.( http://brasil.elpais.com/brasil/2014/10/20/politica/1413825305_366624.html ) E o mais hilário: na mesma resposta, afirmou que o Plano Real foi o “maior programa de redistribuição de renda do país”. Errado.( https://twitter.com/pablovillaca/status/522201840730243072 )

(Aliás, logo depois de Aécio dizer que o país estava quebrado, houve um intervalo no debate e o Jornal da Globo anunciou matéria sobre “recorde de compras dos brasileiros no exterior”. Claro que alguns quiseram dizer que isso era por ser mais barato comprar lá fora, ignorando que, sem dinheiro, não há como o turista pagar passagens e compras no exterior – especialmente com o dólar elevado em função da especulação eleitoreira feita pelo mercado.)

Logo em seguida, Aécio cometeu sua maior falha no debate: prometeu a um eleitor indeciso que faria obras de infra-estrutura nas cidades – e passou vergonha quando Dilma disse apenas: “Ele não pode fazer isso, porque a Constituição determina que isto é atribuição do município e do estado, não da União. Se ele fizesse, responderia a crime de Responsabilidade Fiscal”. Ou seja: Aécio parece não conhecer nem mesmo a CONSTITUIÇÃO. A propósito: Aécio também disse que vai reduzir a maioridade penal, o que juristas consideram como cláusula pétrea da Constituição. No entanto, se considerarmos que Aécio também defende a privatização dos presídios, surge a possibilidade assustadora de ver um candidato praticamente tratando menores como mercadoria. Como se não bastasse, há vários estudos indicando que a diminuição da maioridade penal NÃO reduz criminalidade.( http://www.portugues.rfi.fr/geral/20141024-reducao-da-maioridade-penal )( http://18razoes.wordpress.com/quem-somos/ )( http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/asneiras/gd190702.htm )( http://www.ambito-juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=14107 )( http://www.revistaforum.com.br/blog/2014/04/paises-que-reduziram-maioridade-penal-nao-diminuiram-violencia/ ) (http://www.revistaforum.com.br/blog/2014/04/paises-que-reduziram-maioridade-penal-nao-diminuiram-violencia/ )

Para completar, Aécio citou um tal de Ministério do Desenvolvimento Econômico – que não existe – e afirmou que há mais de 7 milhões de domicílio sem banheiro no Brasil. Nope. Este número é de 2000. Hoje, são 3,8 milhões.( http://www.ibge.gov.br/english/estatistica/populacao/censo2010/caracteristicas_da_populacao/resultados_do_universo.pdf )

Claro que para quem mora em MG, como eu, ver Aécio conseguir mentir tanto no espaço de menos de duas horas não é novidade. Mas é sempre bom alertar aqueles que não estão habituados com a figura.

Porque, como dizem por aqui, quem viveu sob o governo de Aécio não aperta 45 nem no microondas.

Uma boa eleição para todos! E, claro, a partir de agora tendo a diminuir meus posts políticos e devo me concentrar mais no Cinema (embora não abandone a política, claro). Espero poder continuar a contar com o prestígio de vocês não só por aqui, mas também lá no Twitter (http://www.twitter.com/pablovillaca )

Paraná: Visite antes que acabe

FONTE: http://www.esmaelmorais.com.br/2013/03/parana-visite-antes-que-acabe/

TEXTO: Esmael Morais

A “Terra das Araucárias” se transformou em uma região propícia para as grandes negociatas. Aqui nestas plagas riscos não há no capitalismo. Se prejuízo houver, tenha certeza, será socializado. Se se pretende uma sacanagem, dentro da legalidade, instale-se aqui. Tem-se a garantia de não ser perturbado por quem quer que seja. Não é necessário investimento inicial. Dinheiro público a granel, sem juros ou correção monetária.

É impressionante a capacidade de as forças vivas paranaenses não se indignarem com os desmandos e negociatas que se praticam em cima do Estado. Os partidos e lideranças políticas não dão respostas à altura do desmonte que se pratica contra o patrimônio de todos nós.

Mês passado soubemos através de um estudo técnico do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) que as estradas pedagiadas há 15 anos quase não receberam melhoriasnesse período, que os usuários pagaram tarifas escorchantes todo esse tempo para simplesmente enriquecer alguns espertalhões.

Na Sanepar, segundo levantamento da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), houve aumento de 200% no lucro dos acionistas privados nos últimos dois anos. As tarifas de água e esgoto serão majoradas outra vez, no mês que vem. A companhia cobra dos usuários o tratamento de esgoto, mas, de acordo com a Polícia Federal, deseja todo o dejeto no rio Iguaçu sem efetuar o serviço.

Os serviços essências prestados aos cidadãos serão terceirizados. O governo do Paraná pretende pagar R$ 3 bilhões, pelos próximos 25 anos, para alguma empresa privada administrar o que ele deveria fazer com primazia. Isto por si só já é um escândalo, mas os partidos políticos ainda seguem dormindo em berço esplêndido.

Há vários contratos de prestação de serviço entre “amigos do rei” e empresas mistas, a exemplo da Copel, Sanepar, Cohapar, etc., sem necessidade de licitação. A Educação segue um caos, sem projeto pedagógico, sem rumo. A Segurança nem se fala.

Tenho a impressão que o Paraná está sendo liquidado como se fosse um final de feira. Portanto, visitem-no antes que acabe.

O Brasil seria melhor com o #PSDB ?

Nas redes sociais é praticamente um esporte criticar o governo do PT. De fato tem mesmo muito que se criticar.

Só espero que não tentem me fazer acreditar que o PSDB é o remédio para os problemas do Brasil porque é isso é pura criancice.

A solução, infelizmente, é isso que a maioria dos jornais chama de vandalismo. Toda essa manifestação trouxe a tona duas coisas:

A primeira delas é forma truculenta como o governo tucano trata as manifestações sociais. Para quem acha que esse foi um problema pontual, e não uma política de governo, tente se lembrar do governo Álvaro Dias, aqui no Paraná, e do episódio envolvendo professores e cavalos. O dia 30 de agosto de 1988 foi tão marcante que até hoje as escolas estaduais param nesse dia.

A segunda coisa que vem a tona é a maneira branda como a mídia trata as cagadas dos governos PSDB, refletida claramente quando trata a manifestações dos jovens de São Paulo como simples vandalismo, ignorando num primeiro momento o despreparo da polícia no trato da manifestação. Só mudaram de posição quando viu que o povo não tava engolindo.

Daí vem meu questionamento: A corrupção hoje no país é maior que na era FHC ou é apenas a mídia que está mais a vontade para divulgar?

Não estou me colocando a favor do PT, afinal, roubo é roubo e tem que ser punido. Apenas proponho a reflexão: Com o PSDB seria melhor?

Segue um relato de quem estava no meio da muvuca <http://ronaldobressane.com/2013/06/14/por-gentileza-tirem-geraldo-alckmin-do-poder/>

Homem Vertente é certeza de frustração no #festcuritiba

Noite de sexta-feira, indo com minha amada no Ópera de Arame assistir a tão esperada peça Homem Vertente, pelo Festival de Teatro de Curitiba.

Havíamos adquirido os ingressos com grande antecedência  logo que as vendas iniciaram. Dias depois, todos as cadeiras haviam sido vendidas, ou seja, a peça prometia ser boa!

Depois, nova notícia sobre a peça. Ela seria transferida do Barigui para o Ópera de Arame que, segundo consta, seria o local ideal para este tipo de apresentação. Achei bom, já que fiquei pensando o que fazer se caso chovesse… isso faria parte do roteiro? eles contavam com as constantes chuvas da cidade? Bom, enfim…

Na semana anterior a apresentação recebemos e-mail,  mensagem de texto SMS e até recebi uma ligação informando que a peça tinha sido adiada. Até aí beleza, afinal, problemas acontecem e a organização do evento mostrou respeito ao consumidor ao se certificar que este estava ciente das alterações de agenda. Segundo foi divulgado, a mudança aconteceu por problemas hidráulicos. A organização do evento deu as opções de pegar o dinheiro de volta ou ir em outra data. Optamos pela segunda opção, já que a peça é a menina dos olhos do Festival… prometia ser boa!

Quinta-feira, dia do espetáculo! Tudo programado para ir assistir até que, no meio da tarde nova mensagem SMS: Peça adiada novamente! Que saco! Acessei o site oficial do Festival pra me certificar que não tinha sido um trote… nada! Só tive certeza pelo site da Gazeta do Povo … Bom… pelo menos me avisaram…

Sexta-feira… depois de tantos adiamentos tive que dar uma googlada pra me certificar que nenhum imprevisto tinha acontecido. Parece inacreditável que uma peça que estava sendo montada desde novembro tenha tantos problemas.

Encontrei uma nota da organização. O espetáculo que, a princípio tinha 50 minutos passou a ter 20 de duração! Como? Será que a peça tem uma história tão inconsistente que pode ser resumida pela metade sem problemas? Será que ela tem alguma história? Bizarro isso! A nota ainda informa que “a medida foi tomada em decorrência de avaliação preventiva realizada em um dos motores utilizados para a sustentação dos atores nos números aéreos. Foram detectados desajustes que poderiam acarretar incidentes durante o uso intenso no espetáculo.”

Primeiro problemas hidráulicos, depois problemas no motor… será que um afetou o outro? Bem… acredite ou não eu ainda queria ver a apresentação.

Finalmente, noite de sexta-feira… e é aí que o copo de frustração transbordou!

Logo na rua do teatro somos abordados por flanelinhas nos indicando estacionamento… passei direto, já que sabia que tinha um espaço público para deixar o carro na frente do farol das cidades, há poucos metros do Ópera. Chegando neste espaço, meus olhos são tomados pela mais intensa escuridão. Não dava pra ver um palma na frente do carro… e ele estava com as lanternas ligadas! O poste de iluminação estava simplesmente apagado.

Falta grave não só da organização do evento mas, principalmente, da Prefeitura de Curitiba, não só por se tratar de um espaço público, como por ser patrocinador do Festival. Eles simplesmente não se preocuparam com onde o público ia deixar seus veículos. Na minha opinião eles deveriam se certificar que o local oferecia segurança.

Daí é aquela velha história… onde o poder público falta, a bandidagem toma conta!

Como obviamente eu não ia deixar meu carro naquela escuridão (habitada, diga-se de passagem, por um único carro, bem no canto, com vidros fumê, certamente se aproveitando da penumbra…)  fui procurar os estacionamentos pagos. O preço… 20 reais! Isso mesmo… faça as contas: Você vai assistir uma peça de 20 minutos, logo vai deixar o carro estacionado por 20 minutos… sim… você estará pagando pelo estacionamento 1 real POR MINUTO!

Quando via aquelas pessoas, no meio da rua, me convidando a adentrar em seus estacionamentos (que duvido que tivesse seguro…) é como se eu ouvisse “vem aqui seu trouxa”. Eu sinto que ouço isso sempre que vou em lugares como o Parque Barigui, Jardim Botânico e outros tantos espaços tomados por flanelinhas, sempre prontos a riscar nosso carro se a gente não paga o que pedem… mas isso é uma outra história!

O pior mesmo é ter a leve suspeita de que essas mesmas pessoas que me convidaram a entrar em seus estacionamentos tenham dado cabo da iluminação do farol das cidades. É como quando, dez metros depois de passar em frente a uma borracharia, o pneu de seu carro estoura por causa de uma madeira, cheia de pregos, inocentemente posicionada no meio da rua.

A extorsão está em quase todas as esquinas, e nossos governantes são coniventes com isso. E pior, nós, meros cidadãos, somos coniventes com isso! Sim… porque, você que lê este relato, acha que os estacionamentos particulares estavam vazios? Que nada… todos lotados. Muita gente aceitou pagar os vintão!

Enfim, resolvi ir embora… achei absurdo pagar tanto por tão pouco. Depois vou tentar recuperar o dinheiro do meu ingresso. Se não conseguir, este texto ganhará mais algumas linhas.

Indo embora, vendo aquela fila imensa de gente tentando entrar no teatro, pensei no seguinte: Será que toda essa gente sabe que a peça vai ter só 20 minutos? Eu mesmo só sabia disso graças à googlada de horas atrás. Acho que vão ficar tristes!

Pra finalizar, um pequeno clichê: Se Curitiba é assim no Festival de Teatro, imagine na Copa!

 

PS: Sobre o espetáculo? eu não vi… mas segue abaixo algumas opiniões (do Twitter):

Thiago Pires ‏@thgops
Pessoal do #festcuritiba não assistam o homem vertente, está uma porcaria, troque por outra peça, não vale a pena. #chatiado #frustrado

Gabriele Garbin ‏@gabrielepgc
@AmandaGodoi no Homem Vertente cancelaram a parte aérea da peça, que durava 30min, assim ela ficou reduzida a meros 20min, foi trailer… Rs

Douglas E Carvalho ‏@oakbarreldoug
Homem Vertente no @Fest_Curitiba = ir ao cinema e ver o trailer bem legal do filme que vc comprou ingresso! Só 20min de água é sacanagem!

Gabriele Garbin ‏@gabrielepgc
É os jatos de água de Homem Vertente funcionaram e foi show, mas se eu soubesse não teria saído de casa pra ver 20min de peça e pagando…

Ser curitibano ‏@curitibanice
Essa peça tá mais pra Homem Yakult: quando começa a ficar bom, acaba. Homem Vertente, tente de novo

Gabriele Garbin ‏@gabrielepgc
Resumo de Homem Vertente no @Fest_Curitiba: 1h aguardando na fila pra entrar, 30min de atraso e 20 min de peça!

Thiago Pires ‏@thgops
@Fest_Curitiba O homem vertente está atrasado, entupido de gente e incompleto; um verdadeiro pedaço de merda!

Elana Borri ‏@elanasb
“Homem Vertente” com meia hora de atraso NO MINIMO

Ricardo Pereira ‏@Ricardo_alx
Plateia vaiando anúncio do espetáculo Homem Vertente, que nao terá os números aéreos e começará com 30 minutos de atraso.

 

A guerra e a paz de Gustavo Fruet

Do blog CAIXA ZERO da GAZETA DO POVO

Gustavo Fruet foi ontem de bicicleta da Câmara até a prefeitura. Belo gesto, não há dúvida. Ainda mais se lembrarmos que a maioria dos homens públicos por essas bandas gosta mesmo é de carros de corrida, helicópteros e veículos blindados. Melhor ainda teria feito se fosse de busão, um sistema muito mais importante para centenas de milhares de pessoas e que exige melhorias imediatas. Mas os cicloativistas, na maioria de classe média alta, têm mais poder de mobilização do que os passageiros do Alferes Poli. Fazer o quê? Políticos vivem de agradar seus grupos de pressão.

Sensato, cordato, pacífico, Fruet é um diplomata nato. Sabe agradar. Mesmo sendo milionário e agora prefeito de uma grande cidade, continua com cara de paisano, o típico sujeito que você pode encontrar ao dobrar a esquina de casa. Faz bem em participar dos ativismos da classe média? Claro. Defender animais de rua, pedalar pela cidade ou fazer declarações sobre os direitos do urso panda serão sempre atitudes bem-vindas. E, nisso, Fruet certamente será exemplar, o que não é pouca coisa. Todos sabemos o que quatro anos de requianismo trazem de feridas a ser costuradas.

Mas ser prefeito de uma cidade cheia de problemas exige muito mais do que cordialidade. Exige enfrentamento. Fruet terá pela frente, como ele mesmo ressaltou, o desafio de melhorar o transporte coletivo. Isso ao mesmo tempo em que terá de manter a tarifa a um preço razoável. Para isso, precisará ver a fundo as contas do baronato das empresas de ônibus. Será ele o homem certo para a função? Esqueça o fato de Fruet ter se aliado a Osmar Bertoldi, dono de uma das empresas de ônibus da cidade. Pense só no tipo de conflito que isso representa.

Este, é claro, é só um exemplo de tarefa difícil para os próximos quatro anos. Há ainda o ICI e seus interesses. Há as grandes empreiteiras, que ganham com viadutos estaiados de R$ 94 milhões e que ganharão muito mais com o bilionário metrô. Há os 38 vereadores, não nos esqueçamos. Há os partidos aliados, ávidos pelo poder que tanto desejaram. Fruet não poderá agradar a todos, nem foi para isso que a população o elegeu. E fazer uma cidade melhor exige confrontos. Exige fazer descontentes.

Durante a eleição, Fruet respondeu a essa pergunta numa sabatina que promovemos na Gazeta. Perguntei sobre a experiência dele no PMDB: Requião o confrontou, e Fruet virou tucano. No PSDB, Richa virou o cacique e o boicotou: Fruet ficou até o fim, para lutar pelo partido? Não, virou trabalhista. Seria uma aversão ao confronto? Fruet respondeu longamente, dizendo que era sim um homem de comprar as brigas necessárias. Citou o mensalão, quando ajudou a cassar quatro envolvidos. O caso do deputado da motosserra. E as próprias brigas internas do partido.

Ok: todo mundo tem direito a crédito. Todos veremos agora como o novo prefeito se comporta. Será o caso de pegar o Circular Sul daqui a quatro anos e ver como ficaram o Osternack, o Pantanal, o Xapinhal e o Bairro Novo. Se o ônibus e as vilas estiverem na mesma, a promessa de mudança terá sido em vão. Esperemos que o modo de ir à posse, por mais que seja elogiável, não tenha sido o gesto mais ousado do novo prefeito. Afinal, todos queremos um bom 2013.

Texto de Rogério Galindo

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/blog/caixazero/?id=1332263&tit=a-guerra-e-a-paz-de-gustavo-fruet

Por que os trabalhadores da Copel entraram em greve?

Cidadão paranaense: você é dono da Copel, uma empresa cujo principal acionista é o Estado do Paraná. Por isso, é nossa obrigação informar a você porque começamos, nesta quinta-feira (22), uma série de paralisações na empresa – as primeiras em 23 anos.

Nos dois últimos anos, a Copel bateu recordes sucessivos em lucratividade. Bom para todos nós, paranaenses. Mas muito melhor para os donos de ações da empresa, que viram sua fatia nesses lucros subir de 25% para 35% do total, por determinação da diretoria indicada pelo governador Beto Richa (PSDB).

Muito bom, também, para esses mesmos diretores, que aumentaram os próprios salários, nesse período, em 42,34% (e quem diz isso não somos nós, mas a própria Copel, em documento público disponível na internet).

Mas e nós, trabalhadores? Nesses dois anos, ao nos sentarmos com a direção da empresa para negociar nosso Acordo Coletivo de Trabalho, tudo o que temos ouvido é uma série de “nãos”. Os diretores, tão dóceis com acionistas e com eles mesmos, são inflexíveis, intransigentes, com as pessoas que fazem da Copel um motivo de orgulho para todos os paranaenses.

São dois anos sem aumento real de salários. Enquanto isso, outras empresas do setor elétrico concedem ganhos reais a seus funcionários. “E eu com isso”, talvez se pergunte você? Saiba que isso é péssimo para a Copel, que está perdendo, nos últimos anos, dezenas de empregados extremamente capacitados, que desistem da empresa por conta dos baixos salários. Quem perde, com isso, somos todos nós, paranaenses. E você, dono da Copel, precisa saber disso.

Este ano, não deu mais pra engolir a intransigência e a prepotência do atual comando da Copel. Recusamos a proposta que um representante da direção chamou de “indecorosa” em assembleias com participação recorde de 5.840 copelianos – ou 61% do total de empregados da empresa. E foi uma recusa categórica: 73,51% dos votos rejeitaram a prepotência, a intransigência da direção da Copel.

Você, cidadão paranaense, pode estar se sentindo contrariado com nossa decisão. Pois saiba de outra coisa: os 15 sindicatos que representam 97% dos trabalhadores da Copel tentaram, de todas as formas, seguir negociando com a empresa para que tivéssemos um aumento real. Mas foram os representantes da empresa que se retiraram da mesa de negociações, dizendo que não haveria nova proposta. E isso não mudou nem mesmo depois que rejeitamos maciçamente a “proposta indecorosa”.

Outra coisa que você deve saber: nas negociações, esses representantes pintam um cenário ruim para o futuro da Copel, bem diferente daquele exibido nas dezenas de anúncios feitos pela empresa no rádio, na televisão, na agência de notícias do governo. E bem diferente daquele exibido aos acionistas.

Afinal, nós, que construímos a Copel, não merecemos o mesmo respeito que merecem os acionistas, ou os diretores? Não queremos 42,34% de aumento. Somos responsáveis. O que pedimos são 8,5% de aumento, o que significa pouco mais de 2,5% de aumento real. É justo, não?

Nós achamos que sim. E, como somos mais de 9 mil pessoas que têm valor, e não preço, decidimos fazer essa paralisação de alerta. Por enquanto, só nesta quinta-feira. Só haverá outras se a direção e o governo do estado se mantiverem intransigentes. E, nesse caso, você já sabe a quem deve cobrar providências.

Contamos com seu apoio, da mesma forma que você sempre pôde contar com a Copel e seus empregados, em todos os momentos.

Trabalhadores da Companhia Paranaense de Energia

MEC distribui livro que aceita erros de português

Fonte: O GLOBO | De acordo com site, o Programa Nacional do Livro Didático, do Ministério da Educação (MEC), distribuiu a cerca de 485 mil estudantes jovens e adultos do ensino fundamental e médio uma publicação que faz uma defesa do uso da língua popular, ainda que com incorreções. Para os autores do livro, deve ser alterado o conceito de se falar certo ou errado para o que é adequado ou inadequado, por exemplo: “Posso falar ‘os livro’?’ Claro que pode, mas dependendo da situação, a pessoa pode ser vítima de preconceito linguístico” – diz um dos trechos da obra “Por uma vida melhor”, da coleção “Viver, aprender”.

Dentre as frases citadas e consideradas válidas estão “nós pega o peixe” e “os menino pega o peixe”. Uma das autoras do livro, Heloisa Ramos afirmou, em entrevista ao “Jornal Nacional”, da Rede Globo, que não se aprende a língua portuguesa decorando regras ou procurando palavras corretas em dicionários.

“O ensino que a gente defende é um ensino bastante plural, com diferentes gêneros textuais, com diferentes práticas de comunicação para que a desenvoltura linguística aconteça”, concluiu Heloisa Ramos.

Em nota encaminhada ao “Jornal Nacional”, o Ministério da Educação informou que a norma culta da língua será sempre a exigida nas provas e avaliações, mas que o livro estimula a formação de cidadãos que usem a língua com flexibilidade. O propósito também, segundo o MEC, é discutir o mito de que há apenas uma forma de se falar corretamente. Ainda segundo o ministério, a escrita deve ser o espelho da fala.

PPS propõe fim da reeleição e parlamentarismo

FONTE_BLOGDAJOICE | O líder do PPS na Câmara Federal, deputado Rubens Bueno, declarou que o partido entregará oficialmente nesta terça-feira ao presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), documento que contém as sugestões da legenda para os projetos de Reforma Política. Segundo o líder, “o PPS é o primeiro partido que entrega um documento completo com todas as propostas para a reforma”.

O PPS propõe tocar em 11 pontos centrais que foram consolidados em dois projetos de Lei e em quatro Emendas Constitucionais. Os projetos também serão levados ao conhecimento da Ordem dos Advogados dos Brasil (OAB), em encontro que foi marcado com o presidente da entidade, Ophir Cavalcante, às 15h45 desta terça.

Vale destacar também que o deputado federal Sandro Alex é integrante da Comissão de Reforma Política da Câmara.

Entre as propostas do partido estão o voto distrital misto, o segundo turno para cidades com mais de 50 mil eleitores, a obrigatoriedade da renúncia de parlamentares que quiserem assumir cargos no Executivo, a candidatura avulsa, a adoção do parlamentarismo, o financiamento público de campanhas, o fim da reeleição e das coligações para cargos proporcionais (vereadores e deputados federais e estaduais).

E VOCÊ ACHANDO QUE A COISA NÃO PODERIA FICAR PIOR, NÉ? FIGURAS COMO O TIRIRICA, ELEITO PELO IDIOTA “VOTO DE PROTESTO” PODERIAM FACILMENTE COMANDAR O PAÍS!

Requião e Richa: Sinônimos de nepotismo?

Durante as eleições vocês viram aqui no DMW diversas criticas ao governo Requião e acredito que ficou bastante claro para todos o meu repúdio ao nepotismo característico da gestão!

Beto Richa com seu discurso pró “profissionalização” da gestão pública me fez acreditar que a coisa ia mudar e que pessoas competentes, ou ao menos conhecedoras dos assuntos do qual são responsáveis, seriam nomeadas para os cargos mais importantes.

O Governo Richa nem começou e o que vemos são parentes, ou amigos de parentes, ou vizinho de amigos do filho do sobrinho de parentes… seilá… prestes a ocupar os mais importantes cargos da futura administração!

Fica a pergunta: O que Richa tem de diferente de Requião? Este, com seu perfil populista, ao menos não deixou faltar o leitinho da criançada.

Obviamente não votei no Requião… mas quase votei no Richa (mudei de ideia na boca da urna após receber ameaça de um candidato a deputado do PSDB – quem me conhece sabem que é). Que os próximos 4 anos não me façam me arrepender de quase ter dado meu voto pra ele!

Ah… fiquei indignado depois da seguinte notícia publicada na GAZETA DO POVO:

O prefeito Luciano Ducci (PSB) confirmou via Twitter que o filho do governador Beto Richa será seu secretário municipal de Esportes. Há vários dias cogitava-se a hipótese, mas o prefeito vinha se esquivando de responder. É o terceiro caso de nomeação de parentes (próprios e de aliados) na prefeitura em poucos dias. Ducci havia nomeado a tia de Fernanda Richa, Maria Christina Andrade Vieira, para a Fundação Cultural de Curitiba. Depois, anunciou a própria esposa, Marry Ducci, para a Fundação de Assistência Social. Agora, Marcello Richa é confirmado no secretariado.Marcello é jovem, não tem experiência administrativa e está no início da carreira política. Preside atualmente a Juventude do PSDB. Será, no entanto, a terceira geração da família a assumir cargos públicos do estado.