Lei Maria da Penha é aplicada a casal gay no Rio

fonte_gazetadopovo | Um casal gay do Rio de Janeiro teve a Lei Maria da Penha aplicada em virtude de violência doméstica. A decisão foi divulgada nesta terça-feira pelo Tribunal de Justiça do Estado. Com a decisão do juiz Alcides da Fonseca Neto, da 11ª Vara Criminal do Rio, o réu precisará manter a distância de 250 metros do seu companheiro. O réu teve concedida a liberdade provisória, sem o pagamento de fiança.

Durante três anos o casal esteve em uma união homoafetiva. Na casa onde moravam no centro do Rio, o cabeleireiro Adriano Cruz de Oliveira foi vítima de várias agressões praticadas por seu companheiro, Renã Fernandes Silva. A última ocorreu na madrugada do dia 30 de março. Silva atacou o companheiro com uma garrafa, lesionando seu rosto, perna, lábios e coxa.

Para o juiz, “a especial proteção destinada à mulher pode e dever ser estendida ao homem naqueles casos em que ele também é vítima de violência doméstica e familiar, eis que no caso em exame a relação homoafetiva entre o réu e o ofendido, isto é, entre dois homens, também requer a imposição de medidas ‘protetivas’ de urgência, até mesmo para que seja respeitado o princípio constitucional da isonomia”, disse.

A denúncia contra Silva foi oferecida pelo Ministério Público Estadual. Segundo os autos do inquérito, os atos de violência ocorriam habitualmente. Silva teria envolvimento com drogas, de acordo com o seu companheiro, que conta ter sido ameaçado se chamasse a polícia para falar das agressões. “O juiz determinou ainda que o alvará de soltura seja expedido e que o réu tome ciência da medida cautelar no momento em que for posto em liberdade”, informou o TJ.

Por onde anda a menina Maria Cecília?

Uma nova corrente anda circulando pela internet. É o caso da menina Maria Cecília que teria (segundo o título do email) sumido do convívio dos pais em 26/02/2011.

O email, como toda boa corrente, traz apelo sentimental e uma bela frase de impacto, tudo para fazer vc encaminhar a bendita mensagem pra toda sua lista de endereços, entregando de bandeja seu círculo de amigos para os bandidos da rede que usam estes para encaminhar solicitações de senha, de dados bancários ou apenas mandar um vírus.

A equipe do DMW correu atrás da pequena Maria Cecília e temos a satisfação de informar que ela foi encontrada! Sim… e o milagre foi tão grande que acharam ela, viva, em novembro de 2010, ou seja, antes da data do desaparecimento!

Veja o site do Ministério da Justiça onde consta não só este caso mas tantos outros que rolam pela rede:

http://www.desaparecidos.mj.gov.br/frmMensagensRecorrentes.aspx?ID=13

Viu só… quem disse que o DICMOUER WORDPRESS só trata de coisas inúteis?

Blog milionário de Maria Bethânia causa polêmica na rede

FONTE_IDGNOW

Maria Bethânia criará um blog dedicado à poesia. E, antes mesmo de o site ir ao ar, já está causando polêmica. O alto montante requerido para o projeto – e o fato de a artista, por ser nacionalmente conhecida, não precisar de incentivo público – chamou a atenção de milhares de usuários. A hashtag #MariaBethania, por exemplo, chegou aos trending topics mundiais.

“Sugeriria fazermos uma campanha tipo: devolva essa p**** Bethania”, afirmou o músico Lobão, via sua conta no Twitter. “Daí essa MPB formada por cadáveres insepultos querendo permanecer no presente contínuo através da chapa branca”,complementou.

Também como forma de protesto, o Blog da Bethânia foi criado. Com o subtítulo “1 milhão de motivos para você acessar” e o suposto patrocínio do MinC e apoio de Ana Buarque – ministra da pasta – o portal tem como template notas de 10, 20 e 100 reais. Além disso, conta com uma única atualização: um vídeo em que o humorista Renato Aragão (Didi) faz uma paródia da cantora.

TÁ INDIGNADO? FAÇA UM VÍDEO…

 

ONG Maria Chuteira

INICIATIVA_JACARÉ BANGUELA

O cara desse video é muito parecido comingo, num é não?

Gordo, bigode separado da barba (obrigado Ana por me apontar mais este defeito), cara torta e consequentemente um óculos torto (obrigado Nilza por indicar esta…) e um humor ácido, realista e sarcástico (obrigado, bem, a todas as minhas amigas por apontar o obvio!).