Essa mulher só quer viver na balada

Do Velhas Virgens… pra cantar junto:

Essa mulher só quer viver na balada
Ela não vale nada, ela não vale nada
Essa mulher só quer viver na balada
Ela não vale nada, ela não vale nada
Eu dou casa, comida, roupa lavada
Não adianta nada, ela não vale nada
Essa mulher só quer viver na balada
Ela não vale nada, ela não vale nada

Quando eu pedi esta mulher em casamento
Ela até fez um juramento
Me prometeu que ia largar a boêmia
E voltar pra casa antes de raiar o dia
Mas se eu deixo grana, ela torra em pinga
e seu eu chego tarde ela vai e se vinga
E vira dia e noite na arruaça
Só volta carregada e fedendo a cachaça

refrão:

Não quer saber de cuidar do lar
Não lava, não passa e não quer cozinhar
Não limpa a casa e nem arruma a cama
Mas volta das raves toda suja de lama
E se eu dou anel, ela põe no prego
Tá toda arranhada e pensa que eu sou cego
Só vive grudada no celular
Basta eu distrair que ela corre pro bar

refrão:

Ontem mesmo ela chegou toda zuada
Com a calcinha na mão e a pintura toda borrada
Falando uma língua que ninguém entendia
Foi o santo cachaceiro que baixou nesta guria
Se deitou no sofá e começou a roncar
E disse preu fazer o favor de não incomodar
Podexá que eu vou me vingar
Amanhã mesmo eu vou vender este sofá

A mulher que não gosta de transar

Dois amigos se encontram no bar. Um deles está com um olho roxo.
– O que foi que te aconteceu? – pergunta o outro.
– Eu levei um frango congelado na cara, só isso!
– Mas como foi que aconteceu isso?
– É que ontem minha mulher estava de mini-saia e ela abaixou no congelador para pegar alguma coisa…
Eu estava atrás dela e não resisti, agarrei ela ali mesmo.
– Sério?
– Claro! E ela não queria, se remexia, e eu fiquei
com mais tesão ainda, e mais ela gritava, mais eu continuava… – Pô! – E ela se debatia como uma louca, e eu cada vez com mais tesão…
– Só estou imaginando a cena – diz outro, excitado.
– E então, enquanto eu transava, ela conseguiu pegar um frango congelado e o jogou na minha cara!
– Mas que coisa!…. Tua mulher não gosta de transar?
– No Carrefour, não…

Abestado lidera pesquisas em SP

FONTE: O GLOBO

Maior colégio eleitoral do Brasil, São Paulo pode dar ao candidato Francisco Everardo Oliveira Silva, mais conhecido como Tiririca, a honra de ser o deputado federal mais votado do estado. De acordo com a assessoria do Ibope, uma pesquisa do instituto – não registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – mostra que o intérprete da música “Florentina” aparece em primeiro lugar na preferência do eleitorado paulista entre todos os candidatos que brigam por uma vaga na Câmara dos Deputados.

Tiririca é candidato pelo PR, na coligação “Juntos por São Paulo”. Em seu registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), informou não ter nenhum bem declarado. Na aparição durante o horário eleitoral gratuito, Tiririca diz que quer ajudar os mais necessitados, inclusive sua família.

Em outra propaganda, o cantor se pergunta: “O que é que faz o deputado federal? Na realidade, eu não sei. Vote em mim que depois eu te conto. Vote no Tiririca, pior do que está não fica”.

Bom… eu como não duvido mais de nada acredito que a coisa pode ficar pior sim… A vantagem é que o pessoal do CQC e do Pânico vão conseguir encaixar melhor as piadas com um comediante lá no Congresso.

Pensar que o paulista é idiota ao querer votar em alguém que fala tanta besteira na televisão é maldade. Afinal, aqui no Paraná o Requião lidera a corrida pelo senado e o Collor, seiláemque estado, já até chegou lá!

Segue as duas ultimas pérolas do abestado!