Herros da Puliça

Tal anedotário é obra de um Tenente Coronel da PM, que recentemente 
expôs o conteúdo de seu livro no Programa do Jô Soares, informando que 
todas as frases foram originalmente coletadas dos livros e relatórios de 
registro policial.

Alguns erros notórios escritos por policiais em ocorrências: 

  
‘Senhor delegado, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal o cidadão, 
vítima de ‘gargalhada’. ‘Gargalhada’ no peito, no rosto e nas costas.. 
Segue anexo um ‘gargalho’ de garrafa.’ 
(Por acaso não seria : GARGALO !??) 
 
 
‘O veículo, durante o acidente, teve amassamento no pára- choques e nos 
pára-lamas dianteiros, sendo quem não pudemos colher melhores dados, devido à vítima haver fugido a ‘galope.’ 
(Era um atropelamento de cavalo ?).

‘O condutor foi preso em flagrante por estar dirigindo em velocidade 
‘incombatível’ com o local.’
(O que pensar…?) 

‘Ocorreu um ‘abarroamento de pessoas’.  ‘Os conduzidos, além da algazarra, 
ainda xingavam a todos com palavra de baixo ‘escalão’. 
(Bom…no nosso país,  tudo é uma questão de escalão!) 
 
‘Demos cobertura à ambulância na condução de um ‘débito mental’ até o 
PSM’.   (Vc já pode imaginar quem está com débito mental ?!) 
 

‘O condutor do veículo colocava em risco a segurança das pessoas, pois 
estava dando ‘cavalo de Paulo’ na rua’ 
(Que Paulo…   quem é o Paulo…chama o Paulo , vai !?) 
 

‘Chegando ao local, encontramos a vítima caída ao solo, aparentando ter 
cometido um ‘homicídio contra si mesmo’ 
(Esse aí acredita em reencarnação,  hein?)’ 
 
 
‘No histórico da ocorrência, constava como objeto apreendido: duas latas 
de cera ‘Odd’ e uma lata de cera ‘PPO’. 
(Uma das latas estava de cabeça para baixo …  fala sério ???). 
 
 
‘Formava uma ‘língua de fogo que lavava a rua’
( O que comentar??? alguém mais inspirado poderia tentar, por favor?!) 
 
‘O cidadão machucou o ‘membro do rosto’..’ 
( Alguém conhece esse membro ??) 
 

‘O conduzido, que foi preso em flagrante, disse que era inocente na 
acusação e que não estava passando de ‘bode respiratório’.’ 
( Deve ser uma nova técnica de recuperação pulmonar !) 
 

‘O sujeito estava vestido com uma calça Jeans e uma camisa ‘destampada’ ‘ 
(Por que ele não ‘tampou’???) 
 
 
‘….os indivíduos tentaram resgatar o autor do nosso domínio através do 
uso de força ‘anônima’.’ 
( Esse  fumou erva estragada ! ! !) 
 
 
‘O cadáver apresentava sinais de estar morto.’
(Ufa , ainda bem !!)
 
 
‘Foi apreendido um quilo de lingüiça ‘perfumada’ 
(que cena poética…)
 
 
‘Atendemos à ‘solicitação do solicitante’ , que nos narrou que o autor 
praticava ‘atentado violento’ ao pudor, pois exibia para os transeuntes os 
‘órgãos sanitários’.’
(sem comentários..fico sem palavras !!) 
 
 
‘Após discutir com a vítima, o autor desferiu um forte soco no rosto da 
mesma, que de tão violento, ‘soltou a tampa de seu nariz’ ‘ 
(Deve ser o mesmo cidadão da camisa ‘destampada’…  ele tem algum problema com esse objeto !?)

Polícia do Senado tenta expulsar @danilogentili por abordar #renancalheiros

Da Folha.com / BlogDaJoice | Policiais do Senado tentaram nesta quarta-feira expulsar uma equipe do programa humorístico CQC, da TV Bandeirantes, depois que o repórter Danilo Gentili abordou o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) nos corredores da Casa.

O repórter, um cinegrafista e um produtor foram convidados a se retirar do Senado depois que perguntaram a Renan se a sua indicação para o Conselho de Ética da Casa é semelhante à escolha do traficante Fernandinho Beira-Mar para o Ministério de Combate às Drogas.

“Ele nos deu uma ordem de expulsão, aí ficamos em um gabinete para não ter que sair do Senado. Um dos seguranças chegou a dizer que estava constrangido porque sabia que nós temos credenciais para circular livremente pela Casa”, disse Gentili.

Depois da ameaça de expulsão, o grupo voltou a realizar gravações nas dependências do Senado sem ser novamente abordado pelos policiais. A Polícia Legislativa do Senado confirmou à Folha que pediu para o grupo se retirar da Casa por não ter credenciais de imprensa que permitem a livre circulação nas dependências da instituição.

“Eles não têm autorização para circular. Se tivessem, nós não teríamos abordado. Eles deram entrada com o pedido [de autorização], mas ele ainda não saiu. Se insistiram nisso, estão descumprindo uma ordem da Casa”, disse o diretor da Polícia do Senado, Pedro Araújo Carvalho.

Entre os parlamentares abordados pelo grupo, está o senador Roberto Requião (PMB-PR) –que na semana passada arrancou o gravador de um repórter da Rádio Bandeirantes depois de se irritar com a sua pergunta. Requião apagou o arquivo com a sua entrevista antes de devolver o aparelho ao jornalista. Assim como Renan, Requião não respondeu às perguntas de Gentili.

Pelo Twitter, Requião protestou contra o repórter do CQC em tom de ameaça. “Novamente nos corredores do Senado o mal cheiroso CQC procurando descolar uma agressão física.”

Atletiba… Cuidado!

fonte_gazeta | Dados divulgados pela Polícia apontam que mais da metade dos casos de vandalismo registrados nas delegacias de Curitiba são de torcedores do Coritiba. Vale ressaltar que estes números foram levantados nos últimos 12 meses, ou seja, após a fatídica data da queda do Coxa para a segunda divisão do Brasileirão. Conclui-se com isso que a violência dentre este grupo independe de fatos negativos relacionados a equipe e que não foi tomada qualquer atitude após a destruição do estádio por seus próprios torcedores.

.

Neste final de semana tem Atletiba… FUJAM PARA AS COLINAS!

Legendários viram caso de polícia

A campanha pela convocação de Neymar à seleção brasileira virou caso de polícia na noite de sábado.

O técnico Dunga não conseguiu entrar em casa quando chegou, por volta das 20h30, já que caminhões de uma emissora de TV e humoristas barravam o acesso ao imóvel, localizado no bairro Ipanema, em Porto Alegre.

Um repórter do programa humorístico “Legendários”, da Rede Record, além de outros funcionários, estavam no local para pedir a inclusão do jogador do Santos na lista de 23 nomes que representarão o Brasil no Mundial da África do Sul.

Incomodado com o assédio (havia até mesmo holofotes no local), Dunga foi a uma delegacia de polícia e registrou ocorrência. A confusão terminou cerca de três horas depois e, segundo o delegado Alexandre Vieira, diretor da Divisão Judiciária e de Operações da Polícia Civil, será aberto um inquérito. EFE.

DM! > Eu até achei massa esse novo programa do Mion… mas eles exageram quando dizem que é uma “nova proposta”, já que é basicamente uma ctrl+c ctrl+v do CQC e do Panico na TV. O problema é quando passam dos limites.

Nesse aspecto, o Legendário não deve em nada a outros programas da Record. O sensacionalismo de Paulo Henrique Amorim (de quem até então tinha admiração…) no episódio do desabamento do Morro do Bumba, quando fazia perguntas absolutamente capciosas a um popular visivelmente consternado com o desaparecimento de sua mãe, ou quando reportes queriam a todo custo prejudicar uma entrevista ao vivo da Rede Globo, são outros exemplos do jornalismo cada vez mais irresponsável da Rede Record.