@dilmabr é uma das 100 mais poderosas segundo a #forbes

FONTE: YAHOO!

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, lidera a lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo publicada pela revista Forbes e que tem Dilma Rousseff, candidata a Presidência do Brasil, na 95ª colocação, e Gisele Bundchen, na 72ª.

A esposa do presidente Barack Obama ocupa o posto mais alto da lista que a publicação elabora anualmente devido a sua grande popularidade entre os americanos e a seus esforços por reduzir a obesidade infantil.

“Michelle está mais envolvida em política que Laura Bush e, ao contrário de Hillary Clinton, se manteve afastada da política de enfrentamento”, disseram os responsáveis pela Forbes, que destacaram como suas pressões levaram empresas como Coca-Cola e Kellogg’s a reduzirem as calorias de seus produtos.

A segunda mulher mais poderosa do mundo é a americana Irene Rosenfeld, conselheira do grupo alimentício Kraft Foods, seguida da apresentadora Oprah Winfrey, da chanceler alemã, Angela Merkel, e da secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

Do mundo do showbusiness se sobressaíram, nas dez primeiras colocações, Lady Gaga (7ª), a atriz Angelina Jolie (21ª), Madonna (29ª), a modelo e apresentadora Heidi Klum (39ª) e a atriz Sarah Jessica Parker (45ª).

dvg/tf

Marília Gabriela desmente autoria de texto contra Dilma

FONTE: TERRA

A jornalista e apresentadora Marília Gabriela está indignada com a divulgação de um texto – falsamente atribuído a ela – contra a pré-candidata à presidência, Dilma Rousseff (PT). “Não tem nada a ver comigo”, diz a Terra Magazine, por telefone. Marília decidiu procurar assistência jurídica, nesta terça-feira, depois de ver o pseudo-libelo antipetista ser reproduzido pelo site do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), que apoia a candidatura de José Serra (PSDB). “O próximo passo é procurar meus advogados”.

Num tom agressivo, o desabafo “Quem tem medo da ‘doutora’ Dilma?” ataca a ex-ministra da Casa Civil com paralelos zoológicos:

– Vou confessar: Morro de medo de Dilma Rousseff. Esse governo que tem muitos acertos, mas a roubalheira do governo do PT e o cinismo descarado de Lula em dizer que não sabia de nada nos mete medo. Não tenho muitos medos na vida,além dos clássicos: de barata, rato, cobra.

E lembranças escolares inverídicas:

– Dilma personifica, para mim, aquele pai autoritário de quem os filhos morrem de medo, aquela diretora de escola que, quando se era chamada em seu gabinete, se ia quase fazendo pipi nas calças, de tanto medo.

Às 14h54, ao ser informada sobre o desmentido, a assessoria do deputado Aleluia se dispôs a retirar o texto do site. O “Blog do horaciocb” é indicado como a fonte. O advogado de Marília encaminhou uma notificação ao parlamentar.

O artigo se espalhou em redes sociais e blogs, embora a jornalista utilize a internet somente para “para fazer pesquisas, leituras, nunca pra escrever textos e publicar dessa forma idiota”, como descreve. “Isso não é novo. Começaram há dois meses. O Carlos Brickman, no Observatório da Imprensa (em março), desmentiu. Mas não adiantou. Sou uma jornalista inteligente, tenho uma carreira de 40 anos. Só se eu fosse maluca! Não sou ligada a nenhuma rede social”.

Repleto de adjetivos desairosos, o texto não combina com a personalidade da apresentadora do canal GNT, mas demonsta o nível da guerra que se trava na internet, neste período pré-eleitoral. “A internet é terra de ninguém. O problema é você ser vítima dessa terra de ninguém, não ter como controlar. É uma sacanagem”, revolta-se Marília Grabriela.

As digitais do partidarismo do autor anônimo são deixadas no final da peça: “Seja bem-vinda, Marina… Outra boa opção é o atual governador José Serra que já mostrou seriedade e competência. Só não pode PT, Dilma e alguém da ‘turma do Lula'”.

“Não tem nada a ver comigo, não escrevo daquela forma, não tem meu estilo. Qualquer pessoa criteriosa vai perceber que uma jornalista como eu não iria fazer isso, assumir uma gracinha dessas. Eu vivo de entrevistas. Gostaria de entrevistar todos os candidatos. Não cometeria essa estupidez”, reforça a apresentadora do “Marília Gabriela Entrevista”.

Spam em época de eleições

Quando se trata de trazer informação séria nós aqui do DMW bebemos das fontes que consideramos mais confiáveis, ignorando tablóides sensacionalistas e boatos sem fundamentos.

Quando colocamos coisa séria aqui (e eu sei que é raro…) indicamos a origem pra que vc tbém julgue a credibilidade.

Nestas eleições, tenho recebido diversos emails cheio de coisas sem fundamentos… quando é engraçado eu coloco aqui como piada. O problema é que a maioria é enviado como coisa séria.

Queria escrever sobre isso aki mas não encontrava as palavras certas. Pra minha sorte hoje recebi um email (o qual transcrevo abaixo) com as tais “palavras certas” em tom de desabafo:

Amigos, estou indignada com vários e-mails que tenho recebido. A maioria deles vem fazendo acusações contra os atuais candidatos às eleições 2010, sem tomar cuidado de fundamentar tais informações. Os fatos aconteceram quando? onde? como? Essas informações podem ser checadas? De que fonte foram subtraídas? O que me causa estranheza é que as pessoas simplesmente escrevem o que querem, e não tem o cuidado de informar de onde obtiveram tais dados. Todos nós sabemos que qualquer um escreve o que quer na internet. Esses cidadãos deveriam ter discernimento para saber o que é relevante ou não. Outro fato que me assusta é como alguns líderes religiosos também fazem circular esse tipo de e-mail. Pois se eles exercem uma influência gigantesca sobre as pessoas que seguem a mesma fé, deveriam atentar-se mais para enviar-lhes somente o que fosse de total confiança. Aliás, minha opinião é totalmente contra pastores e padres influenciarem no direcionamento dos votos.  Como formadores de opinião, eles tem de ter muito zelo para não serem tendenciosos. Quando fazem isso, para mim, denotam falta de sabedoria ou visam algum interesse com isso. Não estou falando nem de Dilma, nem de Serra. O que eu quero é expressar minha indignação quanto a isso.  Como se minha opinião pudesse ser formada a partir de e-mail de autores desconhecidos.  Receba e-mails, leia, reflita se realmente vale a pena mandar para os seus.

Heloisa Padilha

Sabe o que mais acho engraçado? Eu vivo recebendo fotos da Dilma com metralhadora e tal… claramente na tentativa de manchar sua imagem. Parece que esqueceram que esse mundarel de gente que vai votar nela nem tem internet em casa pra receber estas tonguisses… e que, quem tem internet, no mínimo vai desconfiar daquilo que tá lendo!

Dilma vence debate da UOL… confira a repercussão

FONTE: UOL, FOLHA, GAZETA DO POVO

A grande sacada desse debate na internet foi abrir as perguntas para os internaltas… saiu cada pérola…

Vejamos o Serra…

Agora a Dilma…

Segue agora um “Melhores momentos” extraído do Site Gazeta do Povo:

Seria engraçado se não fosse trágico o Serra criticar a carga tributária brasileira… foi no governo tucano que ela alcançou a estratosfera. Eu, na qualidade de contador formado por uma das melhores faculdades do Brasil, tenho embasamento para dizer que a tributação não aumentou nos últimos 8 anos… se discorda, cite um imposto novo. Porque o governo está arrecadando mais? simples: Quanto mais o povo tem dinheiro mais imposto é arrecadado.

Serra negou que o grupo político dele governa São Paulo a mais de 20 anos… como assim? E o Mário Covas???

Debate na web: Futuro do pretérito ou pretérito do futuro

Hoje foi um dia especial. O #debateFolhaUOL entrou no ranking do twitter mundial. A transmissão pela web foi de uma qualidade excepcional (confira os comentários no meu twitter). O Blog do Tas participou da transmissão. Os internautas puderam participar pela primeira vez de um debate com os candidatos a presidente do Brasil. E os pontos positivos terminam aí.

Se a forma é ousada, me desculpem os ilustres Dilma, Marina e Serra, os candidatos são do século passado. Ou, pelo menos, suas assessorias são. Criaram regras inflexíveis e medrosas que impedem que o eleitor mais interessado possa ter algum tipo de atração por conversa tão controlada.

Sem dúvida, a grande contribuição do #debateFolhaUOL, tag que figurou no ranking do Twitter mundial nesta tarde histórica, foi a participação do público fazendo perguntas aos candidatos. Veio dali a novidade que nos lembrou que somos nós, a sociedade, o principal interessado nessa disputa. Há muito, as TVs viram seus debates serem engessados por regras cada vez restritas que transformaram o debate num jogo de xadres morno que só interessa aos próprios candidatos, seus partidos e a jornalistas.

A internet, com sua arquitetura líquida, flexível e transparente deveria inspirar a política brasileira. Mas esta se recusa à conversão digital. Não nega seu DNA rígido, controlador e originária dos currais eletrônicos, como os maraenhenses, por exemplo. Digna de nota, a participação do candidato Plinio de Arruda Sampaio, que alijado do debate cibernético, abriu um link numa twitcam e entrou comentando abertamente, em tempo real, retrucando seus oponentes como um autêntico hacker da terceira idade. Boa, Plínio!

Queridos Serra, Marina e Dilma: vejam como foi a campanha eleitoral norte-americana ou na Inglaterra e entendam de uma vez por todas que o público está interessado em conhecer vocês do jeito que vocês são. Lá, os candidatos são obrigados a abrir até mesmo sua vida pessoal para que o eleitor possa vascular cada milímetro do seu passado. Lá, ao contrário daqui, eles vão até os programas de humor porque entendem que a lente dos comediantes podem iluminar e aproximar as candidaturas do eleitor. Aqui, ao contrário, eles fogem e o TSE censura a participação dos humoristas. Enfim, meus caros candidatos, espero que vocês entendam que o eleitor, que cada dia se aprimora (pelo menos este é meu pensamento e torcida) que vê-los do jeito que vocês são e não do jeito que os seus “dudas mendonças” querem que a gente engula vocês.

Digo isso com o maior respeito e consideração. Nunca antes na história desse país tivemos candidatos de nível tão alto. Infelizmente, nunca antes na história desse país tivemos candidatos- ou suas assessorias- tão medrosas quanto à livre expressão.

Viva a liberdade, viva a democracia, viva o Brasil!

FONTE: BLOG DO TAS